quarta-feira, 15 de setembro de 2010

O que foi a guerrilha do Araguaia - What was the guerrilla of Araguiaia

A Guerrilha do Araguaia foi um agrupamento de militantes contrários à ditadura militar que acreditavam que a revolução socialista só teria sucesso se acontecesse no interior rural do Brasil.
Os militantes, na maioria membros do PCdoB, escolheram a região no sul do Pará, nas divisas entre o Maranhão e Tocantins. A área, de aproximadamente 7.000 km², foi palco de treinamentos e ações dos militantes, que pegaram em armas e criaram um esquema paramilitar para realizar suas operações.
Entre 1972 e 1975, a Guerrilha do Araguaia foi alvo de uma grande ação do exército, que queriam reprimir e acabar com o movimento.
Durante as ações militares, os agentes de repressão da ditadura teriam cometido graves violações aos direitos humanos, como prisões ilegais e execuções de guerrilheiros e moradores locaism, condenados como “colaboradores”.
Os militares são acusados de sessões de tortura, como estupros e mutilações, além desaparecimento forçado de diversos militantes.
Estima-se que pelo menos 70 dos desaparecidos políticos no Brasil tenham sido mortos por militares durante as ações de repressão no Araguaia. Entre os que sobreviveram depois da ação militar, está o deputado federal José Genoino, que foi detido em 1972. (Matéria extraída do R7)

Englhish Version
The Guerrilla is a group of activists against the military dictatorship who believed that the socialist revolution would succeed only if it happened in the rural interior of Brazil. 
The activists, mostly members of PCdoB chosen region in the south of Para, on the boundaries between Maranhão and Tocantins. The area, about 7,000 km, was the scene of training and actions of the militants, who took up arms and created a scheme to conduct paramilitary operations. Between 1972 and 1975, the Araguaia guerrilla movement was the target of a major action of the army, which wanted to suppress and stop the movement. 
During military actions, the agents of repression of the dictatorship had committed serious human rights violations such as illegal arrests and executions of guerrillas and residents locaism condemned as "collaborators." 
The soldiers are accused of torture sessions, such as rape and mutilation, and forced disappearance of several militantes.Estima that at least 70 of the disappeared politicians in Brazil have been killed by the military for the actions of repression in Araguaia. Among those who survived after the military action, is Congressman Jose Genoino, who was arrested in 1972.

3 comentários:

Ângela disse...

Esse blog tratasse realmente o que foi a Guerriha do Araguaia!
Voces estão de Parabéns!

Guerrilha do Araguaia disse...

Blog Guerrilha do Araguaia agradece!

Noé Gomes disse...

Parabéns pelo excelente blog!
Muito bom. Participo de um blog e site voltados a História. Gostaria muito de contar com o prestigio dos amigos

BLOG: falando-historia.blogspo.com
site: www.falandodehistoria.com.br

Dentro do site há uma seção especial sobre os Arquivos da Ditaduras espero que seja últil a vocês. Link: http://www.falandodehistoria.com.br/paginasespeciais/arquivos-ditadura/capa.htm